Coronavírus

Você sabe como o vírus é transmitido?

O contágio ocorre de pessoa para pessoa ou pelo contato com secreções contaminadas, como:

  • gotículas de saliva;
  • espirro;
  • tosse;
  • catarro;
  • contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão;
  • contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.


O que pode ser feito para prevenir-se?

Para evitar o contágio pelo coronavírus – e outros tipos de infecções respiratórias –, a recomendação é lavar bem as mãos com água e sabão, por cerca de 20 segundos, e a cada duas horas. Se não houver água e sabonete, usar álcool em gel. Outras recomendações são:

  • evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
  • evitar contato próximo com pessoas doentes;
  • cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
  • limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.


O que deve ser um caso suspeito?

Conforme a definição do Ministério da Saúde, para ser considerado caso suspeito, o paciente deve ter:

  1. Febre;
  2. Tosse ou dificuldade para respirar; e
  3. História de viagem para área com transmissão local, ou contato próximo com caso suspeito ou confirmado, nos 14 dias que antecedem o início dos sintomas.

Onde é realizado o exame?

O Grupo Fleury lançou um teste que detecta o coronavírus. Com o objetivo de assegurar a indicação do exame aos pacientes com efetiva suspeita de diagnóstico do COVID-19 e, dessa forma, garantir a adequada utilização dos recursos disponíveis, estamos atuando com foco exclusivo no apoio aos hospitais parceiros no processo diagnóstico. 

Por essa razão, não oferecemos a realização de exames em nossas unidades. Por fim, salientamos que estamos oferecendo esse serviço aos hospitais a preço de custo por se tratar de uma questão de saúde pública.

Para acessar a lista completa de hospitais, clique aqui.

O teste foi desenvolvido pela nossa equipe de Pesquisa e Desenvolvimento, sob supervisão dos assessores médicos especialistas em Virologia, seguindo os rigorosos protocolos de validação do Colégio Americano de Patologistas (CAP)





28/02/20

28 de fevereiro de 2020

Compartilhar: