Como prevenir o câncer?

Os testes genéticos são capazes de identificar mutações que aumentam o risco de desenvolvimento de tumores. Com esse diagnóstico em mãos, é possível formular estratégias de prevenção para rastreamento de tumores e medidas redutoras de risco.

Pessoas que apresentam uma história pessoal e/ou familial de câncer importante, sugestiva de hereditariedade como vários casos em familiares próximos, familiares com diagnóstico de câncer em idade jovem (abaixo dos 50 anos), tumores raros ou com diagnóstico de mais de um tipo de câncer, devem procurar um serviço de aconselhamento genético em câncer para avaliação.

Para entender melhor se você precisa realizar alguma avalição, você deve procurar um Oncogeneticista, que é um Geneticista ou um Oncologista que trabalha com câncer hereditário.

O médico Oncogeneticista fará uma avaliação, com levantamento do histórico pessoal de câncer do paciente e de todos os seus familiares, tanto do lado paterno quanto materno. Caso haja indicação, será oferecido ao paciente a opção de realizar o teste genético para confirmação diagnóstica. Antes e após realizar o teste genético, o paciente passa pelo aconselhamento genético, onde é explicado o que é o exame, como é realizado e a implicação dos resultados.

Ter um resultado positivo em um teste genético de câncer hereditário não quer dizer que o paciente irá ter câncer, mas sim que ele porta uma mutação que apresenta um risco aumentado para o desenvolvimento de determinados tipos de câncer, mas não necessariamente irão desenvolvê-los.

De modo geral, cerca de 5-10% dos casos de câncer são hereditários. Existem alguns tipos de câncer que são mais associados à hereditariedade, como o câncer de colorretal, a síndrome de polipose adenomatosa familiar, e o câncer de mama e ovário, por exemplo. Nos casos que o paciente não souber ao certo qual tipo de câncer investigar, a melhor alternativa é solicitar um painel de câncer hereditário expandido, que possibilita uma investigação mais ampla e por quase o mesmo custo de uma localizada.

Os testes genéticos para câncer hereditário avaliam diversos tipos de mutações. Para ser eficaz, é importante que o teste genético seja completo, e investigue todas as possíveis mutações que podem ocorrer nos genes investigados. Para aprender mais sobre como escolher um teste genético para câncer hereditário, veja esse outro post em nosso Blog.


Para mais informações, acesse e conheça o Blog Fleury Genômica:  https://www.fleurygenomica.com.br/blog/noticias

Canal exclusivo para testes genéticos:
Telefone: (011) 3003-5001
WhatsApp: (011) 99447-5375
E-mail: [email protected]


13/02/19

13 de fevereiro de 2019

Compartilhar: