Praticar atividade física ajuda a prevenir o diabetes

Praticar atividade física é uma iniciativa que pode fazer toda diferença no controle e prevenção da diabetes. Em primeiro lugar, porque o sobrepeso é um importante fator de risco para a doença. Portanto, incorporar atividades físicas ao dia a dia é altamente recomendado para quem tem e para quem quer se precaver contra a diabetes – praticantes de exercícios têm até 58% menos chance de contraí-la.

O fato é que exercitar o corpo contribui decisivamente para baixar a taxa de glicemia. Funciona assim: quando gastamos energia, o organismo utiliza o açúcar do sangue com mais velocidade. Dessa forma, em vez de ficar na nossa circulação, o açúcar vai sendo gasto durante o treino e até nas 12 horas seguintes.

Depois de algum tempo de atividade regular, alguns pacientes conseguem até reduzir a dose diária de insulina injetada ou de comprimidos ingeridos. Além disso, com uma rotina equilibrada e saudável, também é possível deixar a dieta menos rigorosa.

Atenção: caso você não esteja praticando exercícios, é importante consultar um médico antes de começar. Um check-up pode até indicar que atividade é mais apropriada para o seu caso.

De olho no açúcar e na alimentação

Outro ponto de atenção é a taxa de açúcar no sangue. Se estiver muito alta – acima de 250 mg/dl –, é melhor deixar o exercício para outro dia e retomar após a liberação do médico. Agora, se os índices glicêmicos estiveram baixos (menos que 100 mg/dl), é preciso se alimentar. Normalmente, consumir de 15 a 20 g de carboidratos já é suficiente. Isso equivale a um copo de suco de laranja ou uma fruta.

Se, durante o treino, sentir fraqueza ou desconforto, confira novamente a taxa de glicemia. Caso tenha caído, invista em bebidas isotônicas e sachês de glicose.


14/11/18

14 de novembro de 2018

Compartilhar: